Plástica Tocantins Plástica São Paulo Plástica Paraná Plástica Pará Plástica Maranhão Plástica Mato Grosso do Sul Plástica Bahia Plástica Alagoas Plástica Acre Plástica Espirito Santo Plástica Piauí Plástica Mato Grosso Plástica Ceará Plástica Minas Portal Plástica Sergipe Portal Plástica Pernambuco Portal Plástica Rio Plástica Santa Catarina Plástica Rondônia Plástica Paraiba Plástica Rio Grande do Sul Plástica Amazonas Plástica Amapá Plástica Rio Grande do Norte Portal Plástica Goiás Plástica Roraima Plástica Brasília

ABDOME - ABDOMINOPLASTIA CLÁSSICA


A abdominoplastia é um dos procedimentos mais realizados em cirurgia plástica. Em geral, fatores como gestações múltiplas e genética contribuem para o desenvolvimento de frouxidão na pele, depósitos de gordura e marcas de distensão na região abdominal. Mesmo a perda de peso substancial pode contribuir para o desenvolvimento de frouxidão da pele abdominal. Como estas áreas não respondem a dieta e rotina de atividades físicas, o abdome assume tamanho desproporcional em relação ao restante do organismo.
ANIMAÇÃO INTERATIVA

Como funciona a abdominoplastia

Como funciona a abdominioplastiaA abdominoplastia remove a frouxidão de pele, depósitos de gordura e marcas de distensão da região abdominal. Além disso, músculos abdominais verticais distendidos e enfraquecidos com o passar do tempo são reforçados, restabelecendo a aparência de um abdome firme e plano. O procedimento de abdominoplastia pode ser realizado isoladamente, mas geralmente é associado à lipoaspiração, com melhores resultados e melhor contorno corporal. A abdominoplastia não deve ser considerada como tratamento de obesidade, ou substituto de dietas e exercícios físicos. Candidatos a abdominoplastia devem ser saudáveis e relativamente em forma. Gestações futuras e alterações substanciais do peso após abdominoplastia, bem como a presença de cicatrizes de cirurgias anteriores, podem reduzir a eficácia e longevidade do tratamento.

Preparo cirúrgico

Músculos retos abdominoplastiaA duração da abdominoplastia pode variar dependendo da extensão de tecido a ser removido ou a necessidade de procedimentos adicionais como a lipoaspiração. Entretanto, a maioria das abdominoplastias dura aproximadamente de 2 a 5 horas. Antes de iniciar a abdominoplastia, a área tratada deve ser limpa e linhas de incisão devem ser desenhadas. Para procedimentos complexos, que envolvem remoção de grandes quantidades de tecido, ou a associação de outros procedimentos, usa-se anestesia geral. Por outro lado, procedimentos mais simples requerem anestesia local e sedação, que auxiliam no conforto e relaxamento do paciente.

Incisão

A abdominoplastia requer geralmente duas incisões. O cirurgião fará incisões acima da região púbica de um quadril a outro. A extensão da incisão e sua forma dependem da extensão do tratamento, bem como os contornos corporais. O cirurgião tentará posicionar a incisão em local coberto por roupas de banho ou roupas íntimas. É importante notar que a cicatriz será permanente. Uma segunda incisão pode ser realizada ao redor do umbigo.

Exposição da parede abdominal

A pele e a camada de gordura sobre a parede abdominal são separadas usando um cautério. O tecido é então descolado em direção à caixa torácica para expor os músculos abdominais.

Enrijecimento dos músculos abdominais

Para enrijecer os músculos abdominais o cirurgião sutura os músculos juntos, criando uma parede abdominal plana e firme e uma linha de cintura mais magra e esbelta.

Remoção da pele e posicionamento do umbigo

O cirurgião distende a pele e a gordura descolada sobre a parede abdominal. Embora o umbigo permaneça intacto e preso à parede abdominal, ele é coberto pela camada de pele quando reposicionado de volta em seu local. Assim, o cirurgião fará uma incisão nas camadas da pele e gordura criando um novo orifício para o umbigo. A pele e a gordura que sobram da incisão original devem ser removidas.

Fechamento da incisão

Para evitar a formação de líquido durante o processo de cicatrização, são colocados drenos no abdome que permanecem no local por aproximadamente de 2 a 3 semanas. As incisões são suturadas e aplica-se curativos e bandagens.

Recuperação da abdominoplastia

Deve-se utilizar malhas de compressão semelhantes a um cinto. Esta vestimenta apertada auxilia a reduzir o edema e evita a formação de líquido, bem como oferece conforto e suporte no processo de cicatrização. Dependendo da extensão da cirurgia, deve-se usar malhas de compressão por várias semanas. Assim como nos principais procedimentos cirúrgicos pode haver dor, pequenos ferimentos e aumento de volume que desaparece em poucas semanas.

Embora não seja possível ficar em posição completamente ereta, de pé, é importante iniciar caminhadas por curtos intervalos logo após o procedimento para facilitar o fluxo sanguíneo. Os pontos são reabsorvidos com o tempo. Entretanto, pontos não reabsorvíveis devem ser removidos em aproximadamente 1 semana, e algumas suturas permanecem no local por até quatro semanas.

Resultados da abdominoplastia

A maioria dos pacientes retorna ao trabalho em 1 a 3 semanas. Entretanto, pode levar de 6 a 8 semanas para retomar a vida normal, incluindo levantar pesos e exercícios mais intensos. Embora a cicatriz seja permanente, ela esmaece com o tempo. É importante notar que novas gestações e ganho ou perda substancial de peso podem comprometer o resultado. Entretanto, com dieta adequada e exercícios físicos, o resultado da abdominoplastia pode ser duradouro e manter-se por vários anos.
Cadastre-se para receber nosso informativo por e-mail
nome:
e-mail:

 
Dr. Guilherme Pintarelli
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 13519
RQE: 9876
FLORIANÓPOLIS
Dr. Carlos Sergio Praca Consalter
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 13975
RQE: 11072
PELOTAS
Dr. Carlos Samuel Miceli Colman
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 9264
RQE: 3813
BLUMENAU
Dr. Egidio Martorano Filho
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 5127
RQE: 1884
FLORIANOPOLIS
Dr. Jorge Bins Ely
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 3321
RQE: 291
FLORIANOPOLIS
Dr. Marcus Hubaide Carneiro
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 16622
RQE: 8664
FLORIANOPOLIS
Dr. Gustavo Re Colonheze
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 14596
RQE: 7292
CHAPECO
Dr. Laercio Cadore
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 4656
RQE: 1524
BRUSQUE
Dr. Denis Andre Da Silva Manao
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 14604
RQE: 8605
CONCORDIA
Dr. Humberto Thormann Bez Batti
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 7127
RQE: 2370
JOINVILLE
Dr. Luiz Antonio Dias De Castro
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 2858
RQE: 836
JOINVILLE
Dr. Vilberto Jose Vieira
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 4641
RQE: 1499
FLORIANOPOLIS
Dr. Ana Paula Passini
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 15512
RQE: 7899
JARAGUA DO SUL
Dr. Rodrigo Tanus Barreiros
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 13079
RQE: 6360
JOINVILLE
Dr. Carlos Casagrande
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 8447
RQE: 12095
FLORIANOPOLIS
Dr. Rodrigo Oliveira Agacy
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 15458
RQE: 7803
JARAGUA DO SUL
Dr. Marco Antonio Cavalcanti
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 2098
RQE: 767
BLUMENAU
Dr. Bruno Arthur Malburg
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 9322
RQE: 3865
BLUMENAU
Dr. Marcelo Roberto Rudy
Cirurgião Plástico
CRM-SC: 10358
RQE: 11907
JARAGUA DO SUL
Listar Todos

Cirurgia Plástica é Com Cirurgião Plástico
Pesquisa Google
Cirurgias Plásticas
ABDOME - ABDOMINOPLASTIA CLÁSSICA ABDOME - ABDOMINOPLASTIA EM ÂNCORA ABDOME - ABDOMINOPLASTIA MINI
ABDOME - LIPOABDOMINOPLASTIA ABDOME - LIPOASPIRAÇÃO ÁCIDO HIALURÔNICO
ACNE - TRATAMENTO A LASER BIOPLASTIA BRAÇO - LIPOASPIRAÇÃO
BRAÇO - PLÁSTICA CABELO - EXPANSÃO DO COURO CABELUDO CABELO - REDUÇÃO DO COURO CABELUDO
CABELO - TRANSPLANTE CAPILAR CERATOSES CICATRIZES
CICATRIZES - TRATAMENTO A LASER CICATRIZES - TRATAMENTO CIRÚRGICO CIRURGIA CIRCUNFERENCIAL (360º)
CIRURGIA MICOGRÁFICA DE MOHS CISTOS COLÁGENO
CORPO - LIPOESCULTURA COXAS - IMPLANTE COXAS - LIFTING
COXAS - LIPOASPIRAÇÃO CRÂNIO E FACE - DEFORMIDADES CONGÊNITAS CRANIO MAXILO FACIAL
CULOTE - LIPOASPIRAÇÃO DEPILAÇÃO A LASER ESCLEROTERAPIA - REMOÇÃO DE VEIAS COM LASER
ESTRIAS - TRATAMENTO A LASER FACE - LIFITING DO TERÇO INFERIOR FACE - LIFITING DO TERÇO MÉDIO
FACE - MINILIFTING FACE - PLÁSTICA FACE - REJUVENESCIMENTO POR FIOS(RFA-ROUND BLOCK)
FISSURAS LÁBIO PALATO GLÚTEOS - LIPOASPIRAÇÃO GLÚTEOS - LIPOENXERTIA
GLÚTEOS - PRÓTESE HEMANGIOMAS HIPERIDROSE AXILAR
IMPLANTES DE BOCHECHA - MALAR LIFTING TESTA - CORONAL LIPOMAS
MAMA - IMPLANTE DE SILICONE MAMA - MAMOPLASTIA DE REDUÇÃO MAMA - MAMOPLASTIA DE REDUÇÃO VIA AXILAR
MAMA - RECONSTRUÇÃO APÓS MASTECTOMIA MAMA - SUSPENSÃO MAMA - SUSPENSÃO COM IMPLANTES
MÃOS - REJUVENESCIMENTO A LASER MÃOS - REJUVENESCIMENTO ENXERTO DE GORDURA MICRODERMOABRASÃO
NARIZ - RINOPLASTIA ABERTA NARIZ - RINOPLASTIA FECHADA NINFOPLASTIA - CIRURGIA ÍNTIMA FEMININA
NINFOPLASTIA - CIRURGIA ÍNTIMA MASCULINA OLHEIRAS - TRATAMENTO A LASER ORELHAS
ORELHAS - SEM CORTE ORTOGNÁTICAS PÁLPEBRAS - INFERIORES (EXTERNA)
PÁLPEBRAS - INFERIORES (INTERNA) PÁLPEBRAS - OCIDENTALIZAÇÃO PÁLPEBRAS - SUPERIORES
PANTURRILHA - PRÓTESE PEELING QUÍMICO MÉDIO PEELING QUÍMICO PROFUNDO
PEELING QUÍMICO SUPERFICIAL PEITORAL - GINECOMASTIA PEITORAL - PRÓTESE MASCULINA
PESCOÇO PESCOÇO - LIPOASPIRAÇÃO PROTETOR SOLAR
QUEIMADURAS - CIRURGIA REPARADORA QUEIXO - IMPLANTE PRÓTESE QUELÓIDES - TRATAMENTO A LASER
QUELÓIDES - TRATAMENTO CIRÚRGICO REJUVENESCIMENTO DE PELE COM LASER RUGAS - TRATAMENTO A LASER
SINAIS - RETIRADA SOBRANCELHAS - IMPLANTE CAPILAR TESTA - LIFITING
TESTA - LIFITING COM ENDOSCÓPIO TORSOPLASTIA TRANSFERÊNCIA DE GORDURA
TRATAMENTO DE RUGAS TRATAMENTO DE TELEANGIECTASIAS TUMORES DE PELE - TRATAMENTO CIRÚRGICO
VERRUGAS
Movimento Nacional de Valorização da Cirurgia Plástica